Portes a partir de 2.5€. Grátis em encomendas superiores a 60€.

Alcora

Alcora

Alcora

Preço normal €21,90 Preço de saldo €19,71

A derradeira tentativa de manter o ultramar português.

A história da cumplicidade sul-africana na manutenção portuguesa de Angola e Moçambique.

«O enfraquecimento dos movimentos de libertação que comba­tiam as forças portuguesas em Angola e Moçambique interessava manifestamente à África do Sul. Eram conhecidas ligações entre movimentos que operavam num e noutro lado das fronteiras. E, num contexto de Guerra Fria, eram conhecidos quais os apoios internacionais e as estratégias em confronto. África era cobiçada pelos dois blocos, e essa animosidade nem sempre favorecia as pretensões de Lisboa e Pretória.

Pelo contrário, mesmo no seio do Ocidente, alguns países divi­diam-se em momentos de apoio, distanciamento ou até contes­tação.

Este cenário irmanava Portugal e a África do Sul na defesa do que consideravam ser valores civilizacionais e pró-ocidentais no continente africano.

Acresce que se no caso do primeiro existia uma metrópole eu­ropeia, no segundo, a comunidade branca não tinha abrigo na Europa. Assim, aguentar em Portugal, e nos respectivos espaços africanos, e resistir na África do Sul resumiam estados de espírito que eram partilhados pelos dois países.»

Autor: Vicente de Paiva Brandão 

Editora: Casa das Letras