Portes a partir de 2.5€. Grátis em encomendas superiores a 60€.

A CIA no Vaticano

A CIA no Vaticano

A CIA no Vaticano

Preço normal €19,90 Preço de saldo €10,00

de Pio XII a Francisco.

Como a CIA seguiu as principais questões políticas do Vaticano entre 1945 e 2013.

Quando, em junho de 2013, Edward Snowden revelou que a Agência de Segurança Nacional norte-americana havia espiado milhões de pessoas, incluindo chefes de Estado, descobriu-se que ninguém havia escapado a esta operação de espionagem, nem mesmo Jorge Mario Bergoglio ou os cardeais que haviam eleito o novo Papa.

Nada de novo para as organizações de serviços de informação dos Estados Unidos, que sempre consideraram o Vaticano, com a sua densa rede de relações diplomáticas, uma das principais e mais fiáveis fontes de informação sobre o que se passa em todo o mundo. Ou seja, um Estado cujo peso político em assuntos internos de outros países tem sido inversamente proporcional ao seu tamanho.

Neste livro, Eric Frattini mostra como as agências norte-americanas, e a CIA em particular, têm registado, estudado, recolhido informação e comentado os movimentos e declarações de todos os papas, desde Pio XII até Francisco. A partir da análise de mais de 300 documentos - telegramas, cartas ou documentos de arquivo classificados como «confidenciais», «secretos» ou «privados» -, são percorridos mais de trinta anos de política da Santa Sé, destacando-se os momentos e os movimentos a que os Estados Unidos dedicaram mais atenção.

Um documento rico e detalhado sobre o trabalho dos agentes e analistas da CIA que confirma que o pequeno Estado dominado pela cúpula de São Pedro tem sido, para o serviço de inteligência norte-americano, um dos mais intrigantes e misteriosos Estados do planeta.

Autor: Eric Frattini

Editora: Casa das Letras